Mobile first x mobile only: aprenda a diferenciar os dois conceitos

Não perca mais tempo!
Contrate agora um parceiro de marketing que realmente pensa nos resultados e crescimento do seu negócio.

As previsões é que os clientes vão passar a usar apenas o mobile, ou seja os dispositivos móveis, para realizar as compras no varejo virtual, dadas as novas e largas mudanças de ações e a falta de tempo que tem se instalado na vida das pessoas.

Sendo assim, as pessoas vão a uma empresa de buffet de casamento simples de modo físico ou vão tentar concluir essas atividades de modo virtual. O que é algo muito mais interessante, pois não vai ser necessário mais se preocupar caso esteja sem tempo para ir.

Pode-se ver isso muito hoje em dia, as pessoas pedem muito delivery de alimento. Por exemplo, elas não precisam mais se deslocar para a padaria para comprar pão de queijo com requeijão cremoso, podendo facilmente fazer o pedido por telefone ou aplicativo.

E sabe-se, que ainda não é possível estimular todos os cinco sentidos de forma online, mas, por meio do mobile first e mobile only pode-se excitar o comprador explorando a ligação com a iluminação, as cores, os sons e os conteúdos de um site ou aplicativo.

Isso vai ajudar a mostrar como usar o produto e humanizar o máximo possível uma loja virtual para conectar emocionalmente o cliente e aumentar as vendas. É algo que uma empresa que vende piso vinílico cimento queimado online deve fazer para vender mais.

Conceito de mobile first

O Mobile first é um projeto que faz o desenvolvimento de projetos web e sites primeiro para dispositivos móveis, e depois faz as adaptações para o desktop e as outras plataformas, ao contrário do que ocorre na grande maioria das vezes.

Com foco na arquitetura e desenvolvimento de sites para a web, ele faz com maestria o que se propõe em sua tradução literal, que quer dizer, móvel primeiro.

Essa é a principal tendência entre os profissionais de marketing e tecnologia dos últimos anos, a ideia de mobile first foi criada entre os anos 2009 e 2010 pelo diretor de produto da empresa Google, Luke Wroblewski.

E por que investir no mobile first?

Para fornecer uma experiência cada vez mais interessante e satisfatória para os clientes, é importante que o foco de todos os projetos do digital esteja de fato nos dispositivos móveis.

Assim, é possível impulsionar o seu conteúdo, destacar os temas mais valiosos, otimizar os processos com os instrumentos disponibilizados e, por fim, chegar ao público de modo cada vez mais otimizado.

As vantagens do Mobile first

Como se pode visualizar, o investimento em mobile first é uma precisão real para quem procura se destacar nas plataformas virtuais. Além disso, esse novo conceito de evolução é capaz de dar vários benefícios para um site, como: 

Um melhor ranqueamento nos mecanismos de busca

O Google afirmou oficialmente uma mudança que já vinha sendo esperada pelos profissionais de marketing e de tecnologia. A partir de um certo momento, os modelos de indexação e ranqueamento do mecanismo iriam seguir o conceito de mobile first.

A melhor experiência de usuário

O desenvolvimento de uma paǵina à partir do mobile vai dar a garantia de uma experiência mais completa, didática e interessante para a grande maioria dos usuários, que acessam quase tudo por meio do celular.

Cresce a credibilidade da marca

O aumento da credibilidade da empresa está bem relacionado com a vantagem anterior. Afinal, se o negócio procura dar a melhor experiência para o usuário, ele vê mais valor na marca e nos produtos e serviços que essa empresa tem a oferecer para ele.

Otimizar o carregamento das páginas

Diferentemente do desktop, que, normalmente, é acessado de modo mais tranquilo, com o usuário sentado e ligado a uma rede banda larga, nos aparelhos móveis tudo é feito de modo rápido e imediato.

Sendo assim, torna-se importante pensar na otimização das páginas para esses tipos de dispositivos e seus diferentes formatos. 

Como adotar o Mobile first?

A seguir, serão apresentadas algumas dicas de como adotar o mobile first. As quatro dicas mais importantes podem ser classificadas da seguinte forma:

  1. Design simples e ordem das informações;
  2. Simplificar a navegação;
  3. Estimular a boa relação e o feedback;
  4. Realizar os testes beta.

Essas são as 4 dicas que podem ser apresentadas para uma empresa que quer adotar o mobile first. Por conta da importância dessa otimização, torna-se importante detalhar cada uma dessas dicas.

Design simples e ordem das informações

É importante fornecer o conteúdo que os usuários buscam. O excesso pode distrair a experiência dos usuários. A empresa deve iniciar fazendo um armazenamento de conteúdo, uma planilha ou algum arquivo com tudo o que ele deseja incluir. 

Simplificar a navegação

Uma opção aproveitável para as estratégias de mobile first é a navegação combinada. Esse modelo deixa os recursos fundamentais visíveis e possibilita que o usuário ache o que é necessário sem necessitar clicar em nada, só rolando a tela. 

A empresa que vende kit de salgado para festa para fazer a otimização da integração e elevar a taxa de retenção deve investir em bons CTAs. 

Estimular a boa relação e o feedback

Garantir que os clientes estejam satisfeitos e corrigir as falhas o mais rápido possível, aumenta a taxa de retenção e isso é importante para adotar uma ótima estratégia de mobile first.

Realizar os testes beta

Lançar a versão beta é um modo de aumentar a taxa de retenção desde o começo do plano, pois ajuda a encontrar os problemas bem antes de lançá-los ao grande público. Além disso, possibilita otimizar as estratégias que já estão funcionando.

Conceito de Mobile only

O chamado mobile only é a evolução do mobile first. As previsões são que os clientes usarão só os dispositivos móveis para completar compras no varejo digital de acordo com a sua mudança de conduta e a falta de tempo.

Outro aspecto importante é que, pelo mobile only, o dono da loja virtual vai ter mais dados sobre os consumidores como a localização, onde ele trabalha, aplicativos que mais utiliza, quais são as suas necessidades e gostos.

Podendo, assim, guiar os seus produtos e ofertas de acordo com os comportamentos deles. A loja virtual que é direcionada para o celular se torna uma fonte forte de dados sobre os compradores tornando o marketing mais exato e assertivo.

Esses dados mostram ainda tendências e padrões que possibilitam desenvolver uma variedade de campanhas de engajamento de dispositivos móveis que englobam os clientes no momento que estão se conectando com o celular. 

As vantagens do mobile only

Se o empresário tem um e-commerce, pode pensar nas diversas vantagens de ter o público-alvo acessando o digital de modo exclusivo por meio dos smartphones. Podem simplesmente pegar o celular, ir no site de peças e comprar um cubo de roda caminhão.

O consumo de itens e serviços foi elevado para um outro nível, podendo ser comprado facilmente no decorrer do horário de almoço ou na volta para residência. Ou seja, o acesso ao varejo virtual está mais fácil do que nunca antes visto.

Já não é mais exigido sair de casa e ir ao shopping para adquirir uma roupa nova. Agora, os clientes não necessitam chegar em casa e ligar o computador para comprar algo. Comprar uma lavadora de piso alfa eco ficou mais fácil com o avanço das tecnologias.

Em 2018 as campanhas virtuais movimentaram cerca de R$14 milhões no Brasil, com uma evolução média de 25% ao ano e as compras por meio do mobile alcançaram 37% do consumo digital.

Além disso, o uso do mobile não é fechado aos mais jovens, a média de uso é semelhante em todas as idades. Ainda que o público feminino seja maior em todas as partes do mundo.

Mobile first ou mobile only?

Depois de analisar todas as vantagens do mobile first e mobile only, pode-se perceber que os dois podem dar resultados positivos para uma empresa. Então, se uma empresa que trabalha, por exemplo, com despachante de carros, escolher um deles vai ser positivo.

Ainda que a grande maioria dos acessos do site venham de pessoas que usam o mobile, é preciso pensar nas experiências e no comportamento do público de uma forma geral.

Portanto, é necessário realizar adaptações no site focando na usabilidade para o mobile, mas sempre com foco em dar as melhores experiências para todos os consumidores, seja em desktop ou só no mobile.

Considerações finais

Para os empresários que querem crescimento ou mesmo investir em uma loja virtual, diante desse cenário tão em alta, é necessário contratar profissionais bons e que entendam dos dois conceitos apresentados, além da experiência do usuário e das novas tendências.

Pode-se pensar que um e-commerce bem estruturado vai render mais vendas e um consumidor fiel. 

Por fim, se um negócio que vende piso condutivo centro cirúrgico estiver pronto para ter uma loja virtual ou migrar para o digital, deve tentar contratar profissionais que compreendam sobre mobile first e mobile only para otimizarem o site do empreendimento.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Veja mais conteúdos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.