Você já ouviu falar em gamificação? Conheça os benefícios para e-commerces

Muito se fala sobre gamificação para e-commerce, mas poucas pessoas sabem do que realmente se trata. O objetivo dessa estratégia é aumentar o engajamento por parte dos consumidores e converter visitantes em potenciais clientes.

De acordo com o nome desse método, a maior inspiração para esse tipo de projeto são os games, visto que emprega diferentes técnicas e processos provenientes dos jogos para estabelecer uma conexão mais próxima com os clientes.

Ao utilizá-los, as plataformas de vendas têm acesso a muitos benefícios, principalmente em relação ao modo como o público as enxerga. Isso acontece porque é possível estabelecer uma ligação mais forte com eles, por meio de tendências modernas.

Mas antes de empregar esse método, é fundamental conhecer um pouco mais sobre ele, tendo em vista que qualquer melhoria relacionada ao modo como seu negócio interage com as pessoas precisa ser perfeita.

Se você se interessa pelo assunto e deseja aplicar essa estratégia em sua plataforma e-commerce, não deixe de ler este artigo.

Aqui, entenda o conceito de gamificação, como funciona, quais são seus principais componentes, sua importância e as vantagens que traz para os sites de vendas.

 

O que significa gamificação?

Para empregar a gamificação, não é necessário contar com um profissional especialista em games, tendo em vista que só serão empregados alguns mecanismos e processos usados em jogos, aumentando a interação entre as pessoas.

No que diz respeito ao seu conceito, a gamificação é uma técnica que utiliza elementos e dinâmicas presentes em videogames e jogos, tendo como objetivo aumentar o engajamento e a curiosidade dos usuários.

Um centro veterinário de ortopedia para pet pode usar esse recurso em seu site, assim como vários outros setores, como:

  • E-commerce;
  • Educação;
  • Saúde;
  • Empresas.

No que diz respeito ao e-commerce, o propósito dessa prática é fidelizar os clientes e aumentar as taxas de conversão. Hoje em dia, a quantidade de informações é muito grande, o que aumenta a competição.

Usar um recurso como este ajuda a diferenciar o negócio, visto que chama a atenção das pessoas e traz um diferencial para a marca.

Mas para que isso aconteça, a marca precisa estimular o espírito competitivo das pessoas, por meio de desafios e bonificações que apontam ações específicas, como acontece nos games.

Alguns exemplos disso são colocar prazos em determinada ação, motivar por meio de recompensas, dentre outras estratégias que envolvem pontuação, competição ou até mesmo punições.

 

Como funciona na prática

Na prática, essa estratégia transforma completamente a dinâmica dos trabalhos em uma empresa e isso acontece por conta do estímulo saudável.

Competir é algo natural do ser humano e motiva as pessoas a superarem determinada situação. Dentro de uma fabricante de portas para comércio, por exemplo, é uma forma de trabalhar positivamente o orgulho do colaborador em alcançar um patamar.

Se isso for bem aplicado, o negócio consegue melhorar seus resultados em relação à competitividade. Quanto mais competitivos forem os profissionais, melhor será a produtividade.

Essa prática também aumenta o sentimento de confiança, visto que os indivíduos aprendem por meio de uma abordagem vencedora. Os jogos são um bom caminho para desenvolver a noção de valor.

Quando a pessoa alcança uma conquista, se sente estimulada para trabalhar as próximas estratégias e para trabalhar em seus projetos futuros. Isso acontece por conta da liberação de dopamina no cérebro.

Estimular a competição saudável e premiar os colaboradores é uma forma de manter a equipe engajada e satisfeita com o trabalho que realizam.

Existem programas inovadores e adaptativos de gamificação que trazem elementos-chave para avaliar melhor o desempenho. Por meio deles, é possível mensurar os resultados e se antecipar às tendências do mercado.

O programa é considerado como bem-sucedido quando consegue medir a evolução de maneira clara, mostrando o progresso por meio de níveis e outras estruturas.

Ao mensurar o desempenho de seus profissionais, um fornecedor de paredes divisórias consegue identificar falhas e pontos que precisam ser melhorados, aprimorando práticas que envolvem cada vez mais os colaboradores.

 

Principais componentes da gamificação

Como você já sabe, o conceito de gamificação é bem simples e pode ser aplicado em diferentes tipos de empresa, principalmente nas plataformas e-commerce.

Mas para que ela realmente funcione, é imprescindível conhecer todos os seus componentes. Um deles são as instruções, visto que as pessoas que participam precisam saber exatamente o que fazer.

Embora seja necessário oferecer instruções e detalhes, as descrições não devem ser muito longas. Outro componente é o fato de que quando você incentiva seu público, precisa participar do jogo também.

Ademais, não se esqueça de oferecer a recompensa, um componente muito importante, e no caso de uma plataforma e-commerce, algumas boas opções são cupons, descontos ou até mesmo produtos.

Por fim, uma empresa de serviços de monitoramento não pode deixar de trabalhar a motivação. O propósito é incentivar o usuário a participar outras vezes, o que acontece por meio de recompensas melhores.

 

Importância para o e-commerce

Cada vez mais as pessoas preferem comprar pela internet e esse comportamento se atenuou ainda mais após o ano de 2020. Devido a esse cenário, muitas pessoas precisaram se reinventar e se adaptar às necessidades do consumidor moderno.

Os negócios apostam em diversos canais digitais, intensificando a concorrência na internet, assim sendo, cada empresa precisa trabalhar para se destacar.

Os sites de vendas online enfrentam uma concorrência ainda maior, afinal, vendem seus produtos exclusivamente pela internet, disputando espaço com os mais variados tipos de marcas.

Tendo isso em vista, esses canais precisam investir em boas estratégias para se destacar, e a gamificação se tornou uma oportunidade de fazer isso.

Por meio dela, é perfeitamente possível aumentar as taxas de vendas e conversões, visto que a ferramenta consegue reter clientes para que eles voltem mais vezes ao site.

Essa prática é importante para qualquer tipo de negócio, inclusive para um fabricante de tags de acesso. Mas no que diz respeito ao e-commerce, os benefícios são ainda maiores.

 

Vantagens da gamificação para o e-commerce

A gamificação traz muitos benefícios para as plataformas e-commerce. Dentre esses benefícios, os que mais se destacam são:

Melhora os brand awareness

Essa estratégia pode fazer com que as pessoas falem sobre a marca e indiquem a plataforma para outros indivíduos de seu convívio social.

De acordo com um levantamento realizado pela Econsultancy, uma loja virtual obteve um aumento de 135% no tráfego de referência no Facebook, por meio da gamificação.

Ela também pode ser usada para educar os leads acerca dos produtos e serviços. Isso acontece por meio de um sistema de pontuação e premiação para os visitantes que mais lerem os artigos do blog ou assistem vídeos no canal do YouTube.

Assim sendo, também é uma excelente maneira para que um fabricante de câmara fria expositora possa unir suas estratégias de nutrição de leads como Inbound Marketing.

Aumenta a conversão em vendas

Se a loja virtual usar um sistema de pontos para pontuar as ações dos consumidores, pode oferecer emblemas para que destaquem como influenciadores.

Como resultado, a taxa de conversão pode melhorar consideravelmente, como aconteceu com uma plataforma que conseguiu aumentá-la para 92%, de acordo com dados oferecidos pela Econsultancy.

Promove interações online

Outra pesquisa realizada pela Deloite mostrou que as empresas de conteúdo e mídia aumentaram entre 30% e 40% as interações online com seus clientes, por meio de estratégias de gamificação.

Isso significa que para uma loja virtual de papéis de parede e outros produtos do tipo, a gamificação consegue aumentar o engajamento por parte dos visitantes, o que inclui clientes e potenciais clientes.

Reter clientes

Assim como consegue aumentar a interação das pessoas para com a marca, essa prática consegue reter clientes para o negócio digital.

Os jogos são viciantes e especialistas em prender a atenção das pessoas. Para as plataformas e-commerce, um aumento de 5% na retenção já é capaz de trazer um aumento entre 25% e 95% nos lucros.

Melhora o tráfego

Por fim, ao aplicar as estratégias de gamificação e usar programas de segurança, uma loja virtual aumenta consideravelmente seu tráfego, algo fundamental para que mais pessoas conheçam seus produtos.

Para se ter uma ideia, experimentos mostraram que o crescimento no número de visitantes pode alcançar os 30%. Com certeza, os lucros serão muito maiores para a marca.

 

Considerações finais

A gamificação é um recurso estratégico e tecnológico que faz toda a diferença para a interação entre as plataformas e seus clientes, aumentando consideravelmente o engajamento por parte da audiência.

Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre esse assunto e o quanto essa prática pode mudar os rumos dos negócios digitais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.